Homem morre baleado em bar do Jardim Morada do Sol

A autoria do crime e sua motivação ainda são desconhecidos para a polícia

Na noite da última terça-feira (24), Indaiatuba ficou chocada com um crime bárbaro ocorrido no Jardim Morada do Sol. Um homem foi morto com vários tiros dentro de um bar do bairro. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu dentro do estabelecimento, que fica na Rua José Estanislau Ambiel.

De acordo com testemunhas, a vítima estava no bar com outros frequentadores quando , por volta das 23h00, um desconhecido entrou e sacou uma arma de fogo. O atirador efetuou vários disparos, mas tudo indica que somente dois projéteis causaram o óbito. Após o crime o suspeito se evadiu rapidamente do local. A Guarda Civil realizou rondas em toda a região, mas o criminoso não foi encontrado.

Na sequência, o local foi isolado pela GCM e a Perícia Criminal acionada. Os especialistas constataram que os tiros atingiram a cabeça da vítima. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Cívil foi acionada e agora as investigações caminham na direção de encontrar o assassino e descobrir a motivação do homicídio.

Em alta
A violência geral aumentou em todo o estado de São Paulo e, consequentemente, na cidade de Indaiatuba nesse último ano. Os dados que comprovam isto são do Departamento de Polícia Civil, Polícia Militar e Superintendência da Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo. Esses relatórios são públicos e estão disponíveis no Diário Oficial do Estado e também no site da Secretaria de Segurança Pública.

Nos primeiros três meses de 2022, Indaiatuba já registrou 114 boletins de ocorrência de lesão corporal dolosa. No ano passado, no primeiro trimestre, foram anotados 68 casos. O aumento foi de 67%. Em 2021 inteiro, a cidade contabilizou 381 ocorrências.

O fim das restrições impostas pela pandemia de Coronavírus, certamente, pode ser apontado como um dos fatores que puxaram esses números para cima.

Casos
Em termos de casos de homicídio ocorridos na cidade, de acordo com as estatísticas da SSP (Secretaria de Segurança Pública), o crime no Jardim Morada do Sol foi somente o segundo nos primeiros quatro meses de 2022. O outro havia acontecido em janeiro.

As tentativas de homicídio foram apenas duas também nesse primeiro quadrimestre. E não ocorreu nenhum caso de latrocínio (roubo seguido de morte).

Já Campinas, na comparação, encerrou os primeiros quatro meses do ano com 43 homicídios dolosos, 23 tentativas de homicídio e 2 latrocínios. Além disso, a cidade vizinha “sofreu” com nada menos do que 1.022 boletins de ocorrência para lesão corporal dolosa. Outro dado de Campinas indica 1.694 veículos furtados/roubados em 4 meses. Uma média de 14 carros por dia.

Foto: GCM

Notícias Semelhantes